Que é uma startup?

Se você procurar no incomensurável Google – O que é uma startup? – encontrará 32,2 milhões de resultados relacionados com seu possível significado. Caso procure em inglês – What is a startup? – irá encontrar 842 milhões de respostas. Seja qual for o idioma no qual você pesquise, achamos muito importante esclarecer mais um pouco, se ainda persistem dúvidas. A final, que é uma startup?

Dentro das muitas definições sobre startups, acreditamos que a que maior consenso tem, diz: “É um grupo de pessoas à procura de um modelo de negócios inovador, repetível e escalável, trabalhando em condições de extrema incerteza”.

Mas o que é um modelo de negócio inovador? É aquele que gera valor resolvendo um problema ou uma demanda de mercado de forma disruptiva, ou seja, usando novas tecnologias ou um novo modelo de negócio diferente que torna os existentes obsoletos de uma hora para outra. Como exemplo, temos a Netflix que acabou o aluguel de fitas de vídeo dentro vários outros exemplos. Ou mesmo a CargoX, que inova em contratação de fretes. Para isso, a startup testa hipóteses, aprende rápido com seus erros e altera seu modelo de negócios com metodologias ágeis – mas isso será assunto para um outro post no futuro.

O que se entende como modelo de negócios repetível? É como a startup vai gerar valor e escala. Como seu trabalho, processo, ideia, produto ou serviço, se transformam em dinheiro. Por exemplo, são os clicks nos avisos pagos de Google, são ações para alavancar uma publicação no facebook, ou é a porcentagem que as plataformas como AirBnB, Uber ou Ifood cobram pelos seus serviços. O que importa aqui é o modelo de negócio possa ser expandido para diferentes mercados, clientes ou países com pequenas adaptações na plataforma. E isso faz com que a startup possa fazer muito mais com menos. Aqui na Wiztartup, sempre selecionamento negócio com potencial de alto crescimento.

O grupo de pessoas, seriam os sócios fundadores que compartilham a mesma visão e o mesmo sonho. Eles perseguem a solução de um problema específico que identificaram, através da aplicação de um novo produto ou serviço. É muito importante que estes empreendedores possuam visão e conhecimento do setor pois assim superam os obstáculos pelo caminho com maior resiliência e persistência. E isso é muito importante quando se pensa em investir em startups pois o modelo de negócio pode mudar no meio da jornada, mas a visão será mantida. É a bussola do empreendedor.

As condições de extrema incerteza, referem-se logicamente, a que ninguém sabe a ciência exata ou se a proposta de negócios, viabilizada através do produto ou serviço, verdadeiramente vai dar certo. A jornada está repleta de obstáculos e cada dia se presenta como um conjunto de desafios a serem superados. Qualquer semelhança com a vida real não é, sem dúvida, uma mera coincidência.

As startups são pequenas empresas no estágio inicial de desenvolvimento, fundadas por 1-3 pessoas (normalmente), em seu início estão focadas em atender um mercado em potencial fornecendo um produto ou serviço (ou a combinação de ambos). No início da jornada a startup costuma se financiar com o aporte de seus sócios fundadores, embora logo vão procurar familiares, amigos e conhecidos. Os investidores anjo geralmente chegam logo após como fontes de financiamento para continuar na jornada empreendedora e na Wiztartup sempre procuramos negócio com hipótese validada e que já esteja faturando para alguns clientes. As startups estão focadas no crescimento rápido e em ganhar escala. Elas nascem pequenas, mas procuram crescer rapidamente, e inclusive se internacionalizar.

Para nós, o fator chave de sucesso está nas startups que encontram o Product/Market Fit. É dizer, elas criaram um produto ou solução que atende uma necessidade específica de forma prática, simples e com grande benefício percebido. Se este produto é oferecido para um grande mercado potencial então começamos a falar das histórias dos Unicórnios e alguns deles já andam passeando aqui pelo Brasil como o Nubank, o Pagseguro, a Loggi dentro outros.

E como participar disso tudo? Um bom começo é investir como Anjo em empresas selecionadas com critérios rigorosos e, sempre, montar seu portifólio. Mas vamos falar sobre isso em outra oportunidade aqui neste mesmo espaço, para você entender melhor como a Wiztartup contribui e ajuda você nesse processo.